Entra e sente o perfume
das minhas flores...
Obrigada pela companhia e carinho.

Se puderes, envia-me as tuas pétalas e
moldarei novo canteiro neste jardim.

Podes publicar o que quiseres mas referencia este blog ou a sua autora - A_Medusa.

Há imagens que desconheço o autor. Se fores o seu autor avisa-me.

Quinta-feira, 31 de Agosto de 2006

Oferta de um amigo

O dia em que o sol brilha em todo o universo
e que na noite há uma chuva de meteoritos
de tal ordem que pareça dia,
é o dia em que beijo a tua boca
a olhar para os teus olhos,
em que vejo um sorriso na tua alma,
e sinto a tua pulsação a acelerar
e o teu coração a dizer,

AMO-TE



És minha amiga de ouro
minha Medusa encantada
da ilha que é um tesouro
por te ter mulher amada

amada por este amigo

que sempre te vai adorar
pois és a minha princesa
a minha sereia além mar.

Do "Menino de ouro"


floreado por A_Medusa às 17:18
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (2) | favorito
|

Sensual



Fase I - Cores que maravilham o olhar

Fase II - Sensualidade

Amor e Paixão

Fase III - Abraçados...

(convido-te a tocares em cada imagem... com um leve clique)


floreado por A_Medusa às 02:19
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (2) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Agosto de 2006

Um mimo para «Desambientado»

(linda imagem encontrada no blog «Desambientado»)

Agradeço, carinhosamente, a Felix Rodrigues pelo artigo que me é dedicado. Fico feliz por dois motivos: 1 - Pelo seu excelente artigo; 2 - Pelo perfume que irradia.

Perfumada!

Perfume de amor
Perfume de rosas
Delícias com sabor a poesia e prosas
Alecrim aventureiro
Jasmim verdadeiro
Acolho neste meu jardim o teu cheiro.

- Ganho asas por entre sonhos -

Sou romântica
Eternamente romântica
Perfumada de rosas.

A_Medusa


floreado por A_Medusa às 22:07
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (3) | favorito
|

Cantoria de flores



Há neste mundo de flores
Algum cravo p'r'uma rosa
Com vida e de rubras cores
Pelo canto sequiosa?!
O cravo que se procura
Não está assim à vista
Pode ser esta a altura
De surgir alguma pista.
E quer-se neste canteiro
Cravos de cores audazes
E com verso verdadeiro
De rima sejam capazes.
Rubro cravo fortaleza
O branco sabedoria
Amarelo tem beleza
Mesclado da cantoria.

A_Medusa


floreado por A_Medusa às 20:49
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|

Poema da «Ni»

Poema...

Uma palavra quase bizarra,
Na qual tudo se encontra,
E tudo se perde, uma ficção
Um vício, talvez, quem sabe...

Uma coisa incontrolável, sim,
Nascida do nada sem o tudo,
Crescendo da noite para o dia,
Como que quem controla uma mania.

Um rasto inconcebido,
Por alguém que se perdeu,
Talvez o dia ou a noite,
Algo que ainda não morreu.

Vigarizada para alguns,
Torturada para outros,
Mas para mim adoçada,
Com uma linguagem armadilhada.

Ni (
Coração em Silêncio)


floreado por A_Medusa às 20:40
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|

Versos à solta



Versos à solta

Fico prostrada sem rumo
perco a ilusão do amor
fico vedada p'lo fumo
esse vil perturbador.

Deixa-me à solta, viva,
cantando mil desejos
tudo na desportiva...
Tudo... menos os beijos!

Os beijos que eu desenho
coloridos, amorosos,
nem sempre os tenho
em formatos gostosos...

Os mimos que recebo
colados no meu diário
é assim que percebo
o desenho signatário.

"Escrever está em si:
É como água beber.
Não se precisa querer.
Escrever existe por si."

O verso de
"analluar"
acolho no meu Jardim
as flores aromatizar
com uma quadra assim:

Que bela é a sedução
do casal que se ama
uma flor no coração...
o jardim nasce na cama.

A_Medusa


floreado por A_Medusa às 20:22
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|

Ofertas especiais do poeta Machado de Carlos


(imagem da net)

Sonho de Ícaro

Ao atravessar as décadas de cera,
na multidão vi os passos da pequena...
Voei... Fui ao alto do penhasco pra vê-la,
quis beijá-la naquela noite serena!

Mas o Minotauro atrevido impera!...
Minhas asas, no alto, perderam penas...
Os raios causticantes me dilaceram!
- Voa por mim, anjo, tu és dono da cena!

... e o insano impede no catre quente,
sem rumo, perco o sentido da mente!
- Preciso, ansioso, de asas...Quero Voar...

Estou só neste dédalo. Doentio,
vejo o doce semblante! Neste frio
sou o Titanic, - o náufrago do mar!...

Carlos
__________*****__________


(imagem da net)

Alma Irmã

Machado de Carlos

Navegava na tempestade fria;
Procurava quem me ensinasse o Sol.
— Oh! – Como eu era triste! Como sofria!...
Acolheste-me no teu amor maior.

Na tua meiguice vi o claro do dia;
Tudo se floresceu ao derredor!
Passei a viver horas de fantasias;
Hoje a minha vida tem mais cor...

No meu jardim cultivo uma rosa;
Ouço tua música!... Minh’alma cora!...
Tuas letras d’ouro... já sei de cor!

Peço a Deus, nunca esquecer teu perfume,
Com ele pude encontrar o lume,
Que me levará, um dia, ao teu esplendor!...

Carlos

__________*****__________


(imagem da net)

Rosas Com Amor

Machado de Carlos

Sonhei com lindas pétalas de rosa!...
Viajei pela Via Láctea com teu olor...
Embebi-me nos versos e nas prosas,
Uma emoção invadiu-me: - Suave ardor!

Encontrar-te-ei, imagem majestosa!
Tenho uma visão terna! - Cheia de amor!
Estou em ti, minha estrela graciosa
Meu coração saltita! – Um beija-flor!

No “trailer” do filme: - Ah! Teu (meu) perfume!
Do teu longa-metragem fiz meu lume
Tenho comigo o teu riso feliz!

Tuas mãos nos meus cabelos! - Que carícia!
Tua luz se destaca na tez macia:
- Descrevo, amor, o momento feliz!

Carlos

__________*****__________



__________*****__________

Ouve!...

de Machado de Carlos


(imagem daqui)


Agradeço de coração, alma boa,
Tuas palavras de amizade pura;
A envolver-me nas as horas de amargura
Com tua mensagem que aperfeiçoa.

Quando o cimento oculta e me aguilhoa
Neste limo e de pedra muito dura
Chegas de mansinho...encontro cura!...
Como lhe agradecer a verbo que abençoa?

Com tua mão perfumada esqueço a dor,
E vivo neste orbe, farto de amor!...
Como é bom ter o teu ombro cristalino!

Tua amizade é a luz do meu mundo,
Com ela perco-me num sonho profundo!...
Que Deus te abençoe, alma que me ilumina!...

Carlos 

__________*****__________

Verso

Machado de Carlos

Curto o canto do teu cio na chuva,
Na noite quente, sem rumo, ao léu!...
Na euforia, atiro-me no fogaréu!...
Sinto o teu corpo, só meu, minha musa.

Esqueço o tempo... Ah! Louca volúpia!
Lunático, lambuzo no teu mel,
E em êxtase viajo no teu céu;
Beijo a tua rosa. Beijo o teu tudo!... ...

Foi decretado o final das cruzes;
Só vejo flores do campo... E luzes...
São belas as noites nos meus quintais!...

Devagar a minha força se apaga,
Como é bom o teu gozo de fada!
É um sonho, sem fim... Os teus florais!...

Carlos

__________*****__________

Correio Feliz


Machado de Carlos

Estou feliz... Tu és doce presente;
Nele encontro: - a força do teu amor;
Muitas são as horas de imenso calor!...
- Tua energia! (o lenitivo da minha mente).

Ai, teu cheiro! Estou deveras contente;
Cada partícula é uma flor
Viajo no espetáculo deste olor;
Em espírito sinto o corpo ausente!...

De longe, ouço o teu lindo cantar;
Olho para o céu e vislumbro o luar...
Quero a tua alma inteira toda nua!...

Mais além...Curto os sons de mil violinos;
Uma só emoção ao badalar dos sinos
É o resumo do amor: - adorada Lua!...

Carlos

__________*****__________

IMENSO AMOR


(imagem da net)

in
Sonetos românticos

Bebo do cálice do teu amor...
Em ti encontro o refúgio, amada lua.
Ignóbil eu sou, e, vejo-te toda nua...
E no sábado, vislumbro o teu amor.

Oferto-te um título com amor...
Nos minutos a ilusão flutua,
Teus pés audíveis enfeitam a rua,
Busco nos céus o nectário do amor.

No teu rosto há o eflúvio que perfuma,
Conto pétalas d´ouro, uma a uma...
Tua expressão soa como um hino!...

Tímido...beijo os teus cabelos, meu astro!
Tenho o teu cheiro... teu canto... teu rastro...
Eterno será teu corpo divino!...

Machado de Carlos


floreado por A_Medusa às 19:46
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|
Domingo, 27 de Agosto de 2006

Na íntegra

Vejo tanta gente de par
na cidade que é minha e tua
e eu, aqui,
só,
sem par,
sem amor...
Junto as minhas lágrimas,
que desaguam no mar,
às que seguem o "Expresso das Ilhas"
que abandona o cais da cidade
na tarde do dia do Senhor.

Onde estará o meu par... Onde?!

O amor é a coisa mais desejada
e a mais difícil de se ter.
Tenho uma saudade louca de amar.
Ai, se eu pudesse gritar: eu amo-te!
E ouvir a resposta na íntegra...

A_Medusa


floreado por A_Medusa às 21:12
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (2) | favorito
|

Loucurando

Loucurando
Que bom
Sabe a pouco
fazer amor,
é um dom,
mais eu quero
Sei que estou louco
por ti espero
Loucurando

© M.C.


floreado por A_Medusa às 17:36
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|

Poema inédito de Maria do Céu Costa

(imagem da autora de «a luz do voo», Maria do Céu Costa

Terminu

Nem o silêncio
me abriga
da fuga de refugiar-te em mim.

Vens sem estares aqui.

Anoitece de novo
da mansuetude, tu regressas
e levas-me para além da noite
na memória
a luta começa
o tempo parece não ligar,
quero forças
quero lutar
e por vezes consigo
e por vezes não
não tenho certezas,
mas quero o fim.

© Maria do Céu Costa (*)


(*) Autora do livro:



floreado por A_Medusa às 17:33
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|

********** Obrigada pela visita e comentário**********

medusadinha

Selo do Jardim


Use Ctrl+C para copiar
e Ctrl+V para colar
o selo no teu blog

Bouquet de Flores



Prémio

pétalas novas

Eu até posava nua...

Doce perfume de mulher

poltrona da sílaba

Delírios

Lava de amor

de basalto enegrecido

Eu só queria...

Eroti_cidade

Arde-me a alma, brasio de...

De volta para o meu aconc...

canteiros

Dezembro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Maio 2012

Outubro 2011

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Pétalas

aniversário

apresentação

berço de ouro

canção dos bloguistas

flores da medusa

flores de outros autores

flores em destaque

flores especiais

histórico

mote

notícias

poesia em rede

sonetos

uma foto por ilha

todas as tags

Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


amores-perfeitos

procura uma flor

 

O mote florido






online



Hino à Medusa




Machado de Carlos

Mãos de bronze e cútis de puro ébano.
Em tuas asas de ouro senti a faísca!...
Ignóbil, viajei num mundo fantástico
e em êxtase beijei tua túnica.

Naveguei no Atlântico!... Eram efêmeras
as águas... Renasci nas cinzas de Fênix.
Entre pedras encontrei o Éden,
e, imóvel fiquei com o teu fascínio!

No micro frasco de rara fragrância
estava a Medusa: - Lindo ícone
a confundir o meu ego: Um mistério?!

Mas Zeus destruiu a minha fórmula...
Tremi tresloucado diante da efígie
que dourou a ilusão; um doce eflúvio!...

Carlos,
Ribeirão Preto,
18 de Janeiro de 2006.
17h50

Canto das flores


www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from maria69. Make your own badge here.

Outros Jardins ilustrados


Pela Amazónia


Selo pela Amazónia

Clique na imagem para ampliar
in blog Educação Ambiental
blogs SAPO

subscrever feeds