Entra e sente o perfume
das minhas flores...
Obrigada pela companhia e carinho.

Se puderes, envia-me as tuas pétalas e
moldarei novo canteiro neste jardim.

Podes publicar o que quiseres mas referencia este blog ou a sua autora - A_Medusa.

Há imagens que desconheço o autor. Se fores o seu autor avisa-me.

Sábado, 28 de Abril de 2007

Sonhei contigo...

 

Sonhei contigo...

Eu te amo no presente
Com nunca amei assim
Vens comigo sorridente
Vens beijar o meu jardim

Meu jardim tão viciado
Por esse doce amor
Por ti mais acarinhado
O segredo desta flor

A_Medusa é secreta
Que em flor se quedará
O teu amor alva meta
Que por mim levitará

Descobriste este encanto
Que uma flor pode trazer
Meu amor quero-te tanto
Fico contigo até morrer

Para ti F. d'A_Medusa


floreado por A_Medusa às 20:20
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (1) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Abril de 2007

Viva a Liberdade! 25/04/2007



Dá-se a liberdade toda

Canta-se a magia dos cravos

Que quebraram a ditadura

Dão-se vivas!


E é precisamente neste 25 de Abril de 2007 que quero dar os parabéns, só que não sei bem a quem...
Pela primeira vez ouvi a fala com sotaque micaelense na novela "Ilha dos Amores" por um dos funcionários da fábrica de chá de Santa Bárbara.
Afinal a situação foi remediada após muitas menções no sentido de se ouvir o seu característico sotaque, que sempre devia ter existido desde o início.
E à medida que se vai desenrolando o fio desta novela vamos conhecendo o retrato do mundo actual: mentira, ódio, traições, famílias rivais, mexericos, violência doméstica, mulheres prepotentes, mulheres vazias, mulheres vaidosas, gente sem sentimentos e sem escrúpulos e desprezo pela pobreza, miséria, intrigas, etc. Agora pergunto, quando chegará o dia do amor? Talvez lá para o fim quando os espectadores já tiverem o coração feito em tiras.
Mas isto é tudo normal e não há mais nada a escrever porque hoje estou a comemorar a liberdade.

Cravos são o símbolo dela.



floreado por A_Medusa às 18:35
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|
Domingo, 15 de Abril de 2007

Até que enfim...

Que descobri o que é o amor...

O amor é quando duas pessoas se completam numa só, quando diferenças e semelhanças se complementam. É quando o pensamento segue as coordenadas do coração e no olhar reside toda a cumplicidade.

Que bom é amar... Que pena só agora ter descoberto a minha verdadeira cara metade. Tantos anos perdidos, tantos...

Tal pena que perante a religião eu não possa atar melhor este elo que me une ao amor. Mas perante Deus... é outra coisa porque Ele sabe tudo e Ama-nos muito mais.

Que Ele nos proteja sempre e a todas as pessoas que amam.

floreado por A_Medusa às 14:08
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (2) | favorito
|
Sábado, 14 de Abril de 2007

Sim, é por amor



Do teu olhar, da tua pele,

- Gosto de ti, meu amor -

Do teu jeito, doçura de mel,
Sem ti até se planta a dor
No canteiro da tua flor.

Quero segurar-te o rosto
Na palma do meu sonhar
Antes do sol ser posto
Quero em ti mergulhar
E teus beijos amealhar.

Vem, amor, a meu lado
A companhia ideal.
Tu estás apaixonado
Deixa-me algum sinal
Rumo à noite especial.

O teu corpo, maresia,
Turbilhão de emoções
Cordel de fantasia,
Um verso de sensações
No gemido das paixões.


floreado por A_Medusa às 23:19
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (2) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007

Um artigo com «Visão» de Miguel Carvalho

Encontrei um artigo na "Visão Online", na "Devida Comédia", cujo título é "Criancinhas".

Li de fio a pavio e resolvi colocá-lo em
DESTAQUE aqui. Bravo senhor Miguel Carvalho! Numa folha de papel electrónico o senhor conseguiu colocar um retrato fiel da sociedade actual e na casa de muito boa gente.

Depois queixam-se de que haver crimes e abusos vários... Pois... A sociedade está a apodrecer ou não? É que ele tem razão quando escreve: "Um dia destes, vão ser os paizinhos a ir parar ao hospital com um pontapé e um murro das criancinhas no olho esquerdo".

Gosto da maneira de escrever deste senhor porque com os "inhos", "inhas" vai-lhe dando a curtir. Pena que nem um texto assim resolve nada porque pensa-se sempre que isto acontece mas é na casa ao lado. A nossa está uma perfeição, certo? A minha está como sempre esteve à custa de muito esforço pessoal para conseguir equilíbrio.

Vou reter os conselhos que nos dá Miguel Carvalho naquilo que me toca. Confesso que na minha casa não há mesada, semanada nem diária... Há uns trocos para um bocado de gente por isso a coisa muda de figura. Aprendi a ser diferente e quando é preciso berra-se para endireitar cambetas.


floreado por A_Medusa às 08:12
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (1) | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

Opinião pessoal

Carlos Queirós

Lindo
Lindíssimo
Lindérrimo

Um rosto, um homem, um desportista
que merece a minha total consideração.

floreado por A_Medusa às 13:41
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

Pausando



O momento convida à reflexão. Então até Domingo quando os sinos tocarem a alegria do regresso de Jesus que morreu por nós.


floreado por A_Medusa às 21:15
em flor | a tua pétala aqui | pétalas de mimos (1) | favorito
|
Terça-feira, 3 de Abril de 2007

"Já se sabe"

Se os meus visitantes pensam que vêm aqui fazer polémicas por causa de uma novela gravada nos Açores, perdão, digo ilha de São Miguel, com a passagem sobrevoada de outras ilhas, todas com imagens do mais belo que existe à face da terra, estão muito enganados porque apago tudo.

É que não há pachorra para aturar "guerrinhas" estúpidas.

Eu quero é elogiar o papel deveras difícil de fazer da Joana Solnado. Andar descalça e aos saltos por todo o lado e talvez a magoar os pés é custoso. A actriz fica até irreconhecível. Por mim, dou-lhe 20 pontos.

Esta novela está a criar uma corrente de opiniões mas tenho a certeza que ninguém fica alheio à beleza da paisagem, às músicas escolhidas e também à interpretação dos autores.

Tenho a certeza que a ilha viveu momentos de grande euforia e o talento andou no ar e no campo.

No entanto, para quem vive nas ilhas, há pormenores que não escapam aos nossos olhares. Não há bela sem senão... E mais não digo porque não sou crítica de cinema e muito menos estou a escrever para virem com bairrismos ou algo assim.

Se quiserem escrever sobre este assunto tenho o meu e-mail disponível. Quem sabe não dá outra novela... mas desta vez um episódio em cada ilha e ficam todos felizes e contentes. Por mim, está óptimo assim. Insisto é que é pena não se ouvir o sotaque micaelense.  Talvez mais para diante... vou esperar para ouvir :)

floreado por A_Medusa às 21:43
em flor | a tua pétala aqui | favorito
|

********** Obrigada pela visita e comentário**********

medusadinha

Selo do Jardim


Use Ctrl+C para copiar
e Ctrl+V para colar
o selo no teu blog

Bouquet de Flores



Prémio

pétalas novas

Eu até posava nua...

Doce perfume de mulher

poltrona da sílaba

Delírios

Lava de amor

de basalto enegrecido

Eu só queria...

Eroti_cidade

Arde-me a alma, brasio de...

De volta para o meu aconc...

canteiros

Dezembro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Maio 2012

Outubro 2011

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Pétalas

aniversário

apresentação

berço de ouro

canção dos bloguistas

flores da medusa

flores de outros autores

flores em destaque

flores especiais

histórico

mote

notícias

poesia em rede

sonetos

uma foto por ilha

todas as tags

Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


amores-perfeitos

procura uma flor

 

O mote florido






online



Hino à Medusa




Machado de Carlos

Mãos de bronze e cútis de puro ébano.
Em tuas asas de ouro senti a faísca!...
Ignóbil, viajei num mundo fantástico
e em êxtase beijei tua túnica.

Naveguei no Atlântico!... Eram efêmeras
as águas... Renasci nas cinzas de Fênix.
Entre pedras encontrei o Éden,
e, imóvel fiquei com o teu fascínio!

No micro frasco de rara fragrância
estava a Medusa: - Lindo ícone
a confundir o meu ego: Um mistério?!

Mas Zeus destruiu a minha fórmula...
Tremi tresloucado diante da efígie
que dourou a ilusão; um doce eflúvio!...

Carlos,
Ribeirão Preto,
18 de Janeiro de 2006.
17h50

Canto das flores


www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from maria69. Make your own badge here.

Outros Jardins ilustrados


Pela Amazónia


Selo pela Amazónia

Clique na imagem para ampliar
in blog Educação Ambiental
blogs SAPO

subscrever feeds