Entra e sente o perfume
das minhas flores...
Obrigada pela companhia e carinho.

Se puderes, envia-me as tuas pétalas e
moldarei novo canteiro neste jardim.

Podes publicar o que quiseres mas referencia este blog ou a sua autora - A_Medusa.

Há imagens que desconheço o autor. Se fores o seu autor avisa-me.

Domingo, 25 de Junho de 2006

Preciso de ti esta noite...

"Once upon a time I was falling in love,
But now I'm only falling apart
There's nothing I can do,
A total eclipse of the heart
Once upon a time there was light in my life
But now there's only love in the dark
Nothing I can say,
A total eclipe of the heart"

Esta é uma parte da belíssima canção
"Total Eclipse of the Heart", por Bonnie Tyler.

Dá que pensar
e fico-me pelo
"total eclipse do coração"

Ouçam-na! Eu também estou a ouvi-la...
Se a traduzires saberás o que sinto...

"And I need you now tonight
And I need you more than ever
And if you'll only hold me tight
We'll be holding on forever
And we'll only be making it right
Cause we'll never be wrong together
We can take it to the end of the line
Your love is like a shadow on me all of the time
I don't know what to do and I'm always in the dark
We're living in a powder keg and giving off sparks
I really need you tonight
Forever's gonna start tonight
Forever's gonna start tonight"


floreado por A_Medusa às 02:08
em flor | a tua pétala aqui | favorito
4 comentários:
De Manuel a 25 de Junho de 2006 às 15:17
Andei por aqui.
Beijinhos.
manuel


De susana a 26 de Junho de 2006 às 12:59
Já há muito tempo que não ouvia ou recordava a letra desta canção...adorava quando era mais "miúda" e sabe sempre bem escutá-la de novo...

Beijos da Teia.


De Machado de Carlos a 26 de Junho de 2006 às 22:46
Alma Fraterna
Machado de Carlos


A solidão é a chaga sentida,
que chega com punhal vil e rude,
e leva toda a flor da juventude
no carrossel do túnel sem saída.

Tua palavra é luz, querida amiga,
com arranjos reais de virtude:
- Perfumes que me amparam amiúde
nos emaranhados desta vida.

O tempo passou... inda ouço o vagido
das eras pueris e sem sentido;
- de quando eu fora o centro do mundo.

Hoje me reencontro em teu verbo:
- posso sentir de novo o rumo certo
para chegar ao prêmio profundo.

Ribeirão Preto, 26 de junho de 2006.
3h50min.


De aflores a 27 de Junho de 2006 às 09:42
Neste Jardim cheira sempre bem :):) Beijinhos


Comentar post

********** Obrigada pela visita e comentário**********

medusadinha

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pétalas novas

Eu até posava nua...

Doce perfume de mulher

poltrona da sílaba

Delírios

Lava de amor

de basalto enegrecido

Eu só queria...

Eroti_cidade

Arde-me a alma, brasio de...

De volta para o meu aconc...

canteiros

Dezembro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Maio 2012

Outubro 2011

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Pétalas

aniversário

apresentação

berço de ouro

canção dos bloguistas

flores da medusa

flores de outros autores

flores em destaque

flores especiais

histórico

mote

notícias

poesia em rede

sonetos

uma foto por ilha

todas as tags

Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


amores-perfeitos

procura uma flor

 
SAPO Blogs

subscrever feeds